Idosos e a Socialização: A Importância Das Casas de Repouso

0
19

Como muitos estudos sugerem, a socialização, o envolvimento e a manutenção de relacionamentos significativos são essenciais para a saúde e o bem-estar geral dos idosos, e são considerados de suma importância para um bom envelhecimento. 

Inclusive, não é à toa que em locais como casas de repouso, existam diversas atividades e oportunidades sociais disponíveis para os moradores. 

Viver em um residencial para idosos pode ser especialmente reconfortante para pessoas que perderam recentemente um cônjuge ou amigo próximo e também é uma ótima opção, pois a vida em comunidade pode proporcionar-lhes uma interação diária com funcionários e colegas.

Sendo assim, confira a seguir os principais benefícios que a socialização pode gerar aos idosos e como uma casa de repouso pode ser tão importante neste aspecto!

Socialização para idosos: principais benefícios

Positividade

Uma das principais causas de depressão em idosos é a solidão e o isolamento. 

E um dos muitos benefícios de viver em um lar de idosos é estar cercado por residentes e funcionários o tempo todo, o que pode ser reconfortante se amigos ou familiares não morarem nas proximidades ou não puderem visitá-los com a frequência que gostariam. 

Logo, por residirem em uma comunidade como esta, os idosos podem ajudar a se livrar da depressão e do isolamento devido a todas as oportunidades que têm de envolvimento social. 

Além disso, os idosos podem desfrutar de uma refeição com os amigos, se envolver em uma atividade ou aula, participar de passeios na comunidade e muito mais!

Autoestima

Idosos que vivem em casas de repouso têm a vantagem de morar perto de muitas pessoas, tornando mais fácil para eles fazer amizades duradouras. E isso pode aumentar a autoestima na vida dos idosos. 

Por exemplo, ao apoiar um amigo que não recebe visitas frequentes da família, os idosos podem ter uma sensação de significado e autoestima em suas vidas. 

Embora a amizade seja uma via de mão dupla, às vezes o lado generoso pode realmente acrescentar um propósito à vida de alguém.

Por isso, ter uma vida ativa em comunidade é um aspecto fundamental para ajudar os idosos a manter sua saúde e bem-estar em dia.

Dessa forma, fica mais fácil para os residentes permanecerem socialmente engajados em suas comunidades para que possam usufruir de estilos de vida mais felizes, saudáveis ​​e vibrantes. 

Menos estresse

Às vezes, certas coisas na vida – seja uma agenda lotada de compromissos ou estar preocupado com algum membro da família – pode deixá-lo extremamente ansioso e estressado. 

Sendo assim, a socialização também atua como uma ótima maneira para reduzir a quantidade de estresse na vida. 

Por exemplo, os idosos que se sentem estressados podem sentar e conversar com amigos, sair para fazer uma caminhada ou outra atividade, ou também ir à uma excursão comunitária para um dia divertido e relaxante.

Saúde física

Outro benefício que a socialização proporciona aos idosos é uma melhor saúde física, isso porque ela pode ajudar a reduzir a pressão arterial, a controlar a hipertensão, a reduzir o risco de problemas de saúde mental e muito mais.

Além disso, como sabemos, as pessoas têm maior probabilidade de participar de atividades e eventos quando são convidadas, acompanhadas e encorajadas por outras pessoas.

Inclusive, não é à toa que caminhadas e aulas de ginástica em grupo, e também as academias se tornaram tão populares em nossa sociedade atualmente.

Segurança

Simplesmente por estar perto de outras pessoas, os idosos têm mais probabilidade de viver com segurança, afinal, se houver qualquer problema haverá alguém para ajudá-los e ampará-los.

Senso de propósito e pertencimento

Para muitos idosos que passaram uma parte considerável de suas vidas buscando e construindo suas carreiras, a vida após a aposentadoria pode levar a uma diminuição do senso de propósito.

Sendo assim, fazer parte e contribuir para uma comunidade social pode suprir essa necessidade, garantindo que os idosos não experimentem sentimentos de inutilidade e desespero que são comuns ao isolamento social.

Além disso, estar na companhia de outras pessoas e se envolver com elas de várias maneiras proporciona um sentimento de pertencimento – outra necessidade que está enraizada no ser humano.

Tudo isso é ainda mais importante para aqueles idosos que perderam um cônjuge e/ou amigos próximos.

Portanto, criar esses novos laços e relacionamentos no contexto de uma comunidade permitirá que os idosos sintam um impulso renovado e uma sede de vida.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here