Nutrição Esportiva: a nova alimentação dos atletas

0
11
Nutrição Esportiva
Nutrição Esportiva

Você já ouviu falar sobre nutrição esportiva e a nova alimentação dos atletas? Nós temos consciência da importância da alimentação em nosso dia-a-dia, que o metabolismo de cada um é diferenciado e que o cotidiano estabelece os hábitos, a novidade agora é que cada esporte exige uma dieta diferenciada. A alimentação ideal também pode mudar de acordo com a perda de energia, com o porte físico, com a genética do praticante, e demais fatores.

A nutrição esportiva procura entender justamente esses tópicos para formular e melhorar os benefícios da prática de exercícios físicos. Essas dietas personalizadas permitem que os efeitos almejados sejam alcançados, ao contrário das dietas padronizadas que não possuem efeito satisfatório a todo o público. As receitas de uma alimentação saudável que apresentam o segredo do emagrecimento, como a dieta líquida ácida, podem trazer uma série de prejuízos. Um desses danos é a degradação da arcada dentária, que enfraquece os dentes e tornar necessário procedimentos como o aparelho ortodôntico. Veja demais motivos para aderir a nutrição esportiva:

O especialista de Nutrição Esportiva

Os nutricionistas esportivos se deparam com amplas probabilidades de ação, já que o mercado é de alta demanda e o público apresenta diversos perfis. Seja atuando em clubes esportivos ou realizando um atendimento particular, o profissional está sempre encontrando diferentes dificuldades e necessidades a serem sanadas.

Se desviando do posicionamento de um nutricionista tradicional, o de foco esportivo objetiva analisar e perceber onde o paciente perde mais energia, os nutrientes necessários a serem ingeridos para cada modalidade e qual o melhor jeito de realizar o exercício.

Inovação e resultado

Por se tratar de uma nova vertente da saúde, e com a presença de um mercado de suplementos em constante crescimento, a nutrição esportiva já é uma tendência entre as pessoas do ramo. Se tratando de uma ciência em ascensão, os nutricionistas esportivos estão em constante alerta as dietas ditas “milagrosas” que não possuem nenhum embasamento cientifico.

As pessoas estão sempre buscando por atalhos e processos que envolvam a menor força possível, é por essa demanda que surgem novas fórmulas de emagrecimento a cada dia. Dietas envolvendo gorduras, carboidratos e proteínas estão em contínua circulação, mas a nutrição esportiva não depende do que está em alta e sim das particularidades exigidas por cada esporte e por cada praticante.

Alimentos padronizados

Tendo em vista que todos os praticantes de alguma atividade física necessitam manter uma alimentação saudável e regrada, rica em alimentos nutritivos, há certos alimentos que podem ser consumidos por qualquer atleta, como:

  • Batata doce

A batata doce se trata de um alimento rico em carboidratos, principais fontes de energia do nosso corpo. Possui uma taxa baixa de glicêmico, o que permite o controle da quantidade de açúcar no sangue. A batata doce ajuda na perda de peso, além de colaborar com o ganho de massa magra.

  • Carnes magras

Os músculos do corpo são compostos por fibras musculares e a proteínas tem um papel importante para o fortalecimento deles. Por esse motivo, a ingestão de alimentos ricos nesse nutriente é essencial para a recuperação desses tecidos após o treino. Além disso, as proteínas são fundamentais para a formação de novos músculos e fazem parte de alimentos como o peito de frango e carnes magras como o lagarto e filé mignon.

  • Frutas cítricas

Algumas frutas, como a laranja e a acerola, são ricas em Vitamina C e consequentemente responsáveis pelo melhor desempenho do sistema imunológico. O estresse causado pela prática de atividade física intensa se assemelha ao causado por alguma enfermidade, e assim, influencia no enfraquecimento do sistema imunológico. Com isso, essas frutas ricas em vitamina C possuem um papel essencial na manutenção da saúde e no bom posicionamento dos atletas.

  • Ovos

Os ovos possuem uma grande quantidade de proteína, o que justifica a sua presença indispensável na dieta de quem pratica alguma atividade física. O ovo também é rico em aminoácidos e auxilia na absorção e no aproveitamento da proteína de sua composição.

  • Cereais integrais

Cereais integrais como o arroz e a aveia, são fontes ricas de carboidratos, vitaminas do complexo B, ferro e fibras. Esses alimentos são uma fonte boa de energia e auxilia no bom desempenho ao longo do treino. Contudo, esses cerais devem ser ingeridos na qualidade integral, já que quando refinados perdem grande quantidade de nutrientes.

  • Hidratação no esporte

Ingerir água é um dos pilares do bom desempenho e da obtenção de bons resultados. É a água a responsável por transportar os nutrientes, os sais minerais e o oxigênio para células, além de atuar ajudando no combate as toxinas do organismo. Manter-se sempre bem hidratado é importante durante toda a execução do esporte.

A importância da nutrição esportiva

Além de serem responsáveis pela produção de energia, as proteínas, vitaminas, os carboidratos, minerais e lipídeos são os responsáveis pela formação e restauração depois do treino. A atividade física atua no controle do metabolismo, no melhor estado dos ossos e órgãos, além de cooperar com a queima de gordura. Dessa forma, entra a associação da dieta ao tipo de exercício e a colaboração da nutrição esportiva.

É considerando as particularidades de cada atleta, o que ele precisa de energia, como funciona o seu sistema digestivo, hormonal, entre outros, que se obtém uma melhor solução alimentícia. Com o crescimento do número de veganos e vegetarianos, por exemplo, assim como o de aderentes de produtos orgânicos e praticantes, a informação quanto a nutrição esportiva e o acompanhamento de especialistas se torna cada vez mais importante.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here